top of page

Notícias

Noticia UFG foto.jpeg

UFG como piloto para rede de capacitação docente para ações de Internacionalização em Casa

Pilha de jornais

Parceria Ufes, UFG, UFRGS e Unesp para internacionalização em casa

Reunião da equipe virtual

Ufes promove intercâmbios virtuais dirigidos a estudantes de graduação e pós-graduação

Professora Kyria Finardi, em parceria com Marcelo Kremer da Universidade de Aveiro em Portugal, ofertará o curso

Ingles Aveiro.jpg

Formação "Inglês como Meio de Instrução e Competência Intercultural: Abordagens Pedagógicas" que será disponibilizada para os docentes da UFES e da UA.
A formação tem duração total de 6 horas, divididas por três sessões de 2 horas que acontecem a 24 e 27 de junho e a 1 de julho, das 10:30 às 12:30 (de Brasília)/14h30 às 16h30 (de Lisboa).


Fundamentação:

O processo de internacionalização no Ensino Superior tem promovido a adoção do inglês como meio de instrução (English Medium Instruction - EMI) em instituições de todo o mundo, essencialmente como estratégia de atração de estudantes, docentes e investigadores internacionais e com o objetivo de elevar o prestígio e as receitas institucionais. Para além desse objetivo de teor económico, o EMI tem vindo a ser percecionado como um contexto propício à formação de estudantes interculturalmente competentes, ao nível de atitudes, conhecimentos e capacidades de teor intercultural. Estudos em diversos contextos têm demonstrado que a competência intercultural é uma das competências transversais mais valorizadas pelos empregadores e uma das mais necessárias para um mundo global onde possa imperar a paz e a coesão social. No entanto, a literatura sugere que os docentes não se sentem preparados para desenvolver a competência intercultural dos estudantes nas suas práticas docentes. Nesse contexto, esta formação aborda as seguintes temáticas: English Medium Instruction – motivações e estratégias; desenvolvimento da competência intercultural dos estudantes; Pedagogia intercultural e EMI.

Objetivos gerais:
Contribuir para a capacitação dos docentes ao nível dos desafios decorrentes da adoção do inglês como língua de instrução e do desenvolvimento da competência intercultural dos estudantes, através da análise e discussão de práticas. Partilhar e discutir estratégias para o desenvolvimento da competência intercultural nas suas práticas de ensino. Promover o trabalho colaborativo e interdisciplinar entre docentes da Universidade de Aveiro (Portugal) e da Universidade Federal do Espírito Santo (Brasil).

Objetivos específicos:

Aprofundar o conhecimento sobre os conceitos de English Medium Instruction e Competência Intercultural. Aprofundar o conhecimento sobre como promover o desenvolvimento da competência intercultural. Refletir sobre e desenvolver propostas de desenho curricular que concorram para o desenvolvimento da competência intercultural dos estudantes.

https://www.facebook.com/share/p/1YqFBdExjKkhkD79/
https://www.instagram.com/p/C7RlSqLK-0z/?utm_source=ig_web_button_share_sheet&igsh=MzRlODBiNWFlZA==

Mais informações e inscrições: https://cms.ua.pt/inovacaopedagogica/node/5173

 

Aproveito para informar que os docentes da UFES devem utilizar seus emails institucionais (@ufes.br para a inscrição).

Female Voices.JPG

Bate-papo sobre internacionalização na área de Letras

Evento UFU.jpeg

A professora Kyria Finardi, em outubro de 2023, participará como keynote speaker no evento "The 10th International Conference on English Language Teaching in China".

China.jpg
OUTROS

A Associação de Linguística Aplicada Mundial (https://aila.info/), AILA pela abreviação em francês – Association Internationale de Linguistique Appliquée –  fundada em 1964 na França, conta hoje com aproximadamente 10 mil membros espalhados em associações regionais e nacionais vinculadas à AILA em mais de 40 países.

No Brasil, a Associação Brasileira de Linguística Aplicada – ALAB – (https://alab.org.br/) vinculada à AILA completou 30 anos no ano passado e teve a professora Kyria Rebeca Finardi  do DCLE/PPGE/PPGEL/UFES como sua presidente no biênio 2018-2019, ocasião na qualorganizou o 12o Congresso Brasileiro de Linguística Aplicada (CBLA), realizado pela primeira vez em Vitória, ES (https://blog.ufes.br/kyriafinardi/videos/12o-cbla/

que teve a apresentação de aproximadamente 600 trabalhos de linguistas aplicados de todas as regiões do Brasil e também do exterior.

Em 2020 a professora Kyria Finardi contou com o apoio da AILA e de suas associações nacionais no Brasil (ALAB), Espanha (AESLA), Estados Unidos (AAAL) e México (AMLA) para criar a Associação Iberoamericana de Linguística Aplicada (AIALA) (https://aila.info/about/regionalization/aila-ibero-america/)

com o objetivo de promover as duas principais línguas da região (Espanhol e Português) além das línguas minoritárias da região, dentre elas as línguas indígenas.

Em 14 de agosto de 2021, durante a assembleia que antecedeu a abertura do congresso mundial da AILA em Groningen, Holanda (https://www.aila2021.nl/) a professora Kyria Finardi foi eleita para compor a diretoria da AILA na função de vice-presidente (2021-2023), presidente (2024-2026) e  past presidente (2027-2029), sendo a primeira brasileira e latino-americana a ocupar esse cargo na história da AILA.

LANÇAMENTO

Linguística Aplicada na Contemporaneidade: Temáticas & Desafios

Nos dias 12 a 15 de julho de 2021 acontecerá o evento de lançamento do livro Linguística Aplicada na Contemporaneidade: Temáticas & Desafios organizado por Kyria Finardi, Christine Almeida e Gabriel Amorim.

O evento contará com rodas de conversas com os autores que participaram desse livro e que estarão disponíveis no canal do youtube.

Para acessar a programação completa do evento clique no ícone do pdf, para acessar o canal do youtube clique na logo do canal, e para acessar o site de compra do livro clique na capa do livro abaixo:

YouTube Videos

Informações sobre o livro

O livro Linguística Aplicada na Contemporaneidade: Temáticas e Desafios reúne trabalhos apresentados no 12º Congresso Brasileiro de Linguística Aplicada (CBLA), promovido pela Associação de Linguística Aplicada Brasileira (ALAB), realizado em Vitória em julho de 2019. São 10 capítulos divididos em 4 seções: Estudos de Gênero e Identidade: Tradução e Estudos Deocoloniais; Ensino de Línguas e Formação de Professores; e Políticas Lingüísticas e Internacionalização. As abordagens e temas explorados por 14 autores incluem, entre outros, Análise do Discurso, Educação Linguística, Estudos da Tradução e Audiodescrição e Estudos da Complexidade. A organização do livro foi feita por Kyria Rebeca Finardi, Christine Sant’Anna de Almeida e Gabriel Brito Amorim. Os autores são: Atef El Kadri, Camila Moreira, Carmem Caetano, Daniel Ferraz, Deise Medina, Elaine Ferreira do Vale Borges, Fernanda dos Santos Nogueira, Joaquim Cesar Cunha dos Santos, Juliana Zeggio Martinez, Lucyenne Matos da Costa Vieira-Machado, Maria José Coracini, Michele El Kadri, Patrick de Rezende Ribeiro, Taisa Pinetti Passoni, Vilson José Leffa e Wilson Junior de Araújo Carvalho. A edição é da Pontes Editores.

O livro está à venda com 20% de desconto no site da editora (http://www.ponteseditores.com.br/loja/). Informações de envio por correio impresso módico podem ser obtidas com Margareth (margareth@ponteseditores.com.br).

Link: http://ponteseditores.com.br/loja/index.phproute=product/product&product_id=1471

bottom of page